O Hijab Moderno

 

O Islam foi revelado para ser aplicado em todas as épocas da humanidade e suas regras servem para dignificar o ser humano, construir e manter uma sociedade saudável, livre das manipulações que afastam o indivíduo de sua própria natureza.

Al haya' (pudor) faz parte da natureza feminina, mas o mundo moderno e seus jogos de sedução afastam a mulher de sua própria natureza fazendo com que esta perca seu pudor, fazendo parecer natural a exposição do corpo através de trajes curtos, decotados, transparentes e apertado.

A mulher não deve realçar sua beleza através de vestimentas ou exposição de seu corpo em público, pois isso pode tornar ao homem muito difícil o controle suas paixões carnais, afinal, o homem foi criado para sentir atração pela mulher e a oferta de mulheres insinuantes pelas ruas estimula traições, tão comuns nos dias de hoje!

Ao realçar a beleza feminina em público estamos estimulando o instinto sexual, tanto masculino como feminino e a energia sexual é uma arma de controle, pois ela pode ser facilmente manipulada, transformando os indivíduos em produtos sexuais. A cultura ocidental sabe bem disso, pois usa a mulher como símbolo sexual para fechar seus negócios e vender seus produtos. Hoje a mulher sensual é apresentada para vender cigarros, carros, roupas, jóias, bebidas.

No islam, esse instinto nato é exercido no casamento e não há mal nenhum em uma esposa se enfeitar e agradar aos olhos de seu marido! Mas muito mal há para a sociedade quando a mulher extrapola os limites do lar e desperta a malicia dos homens nas ruas, fazendo com que estes a desejam, com isso estimulando a prática de atos sexuais ilícitos!

O Islam estabelece uma maneira especifica para mulher se vestir a fim de controlar de maneira saudável esse instinto sexual e desvincular sua imagem de um objeto de consumo.

A correta maneira de uma mulher vestir-se no Islam, hoje e sempre e em qualquer parte do mundo é um traje discreto, largo, não transparente, de mangas compridas, que vá até os pés! Não pode marcar nenhuma parte do corpo, os cabelos devem estar cobertos e presos de maneira que não forme grandes coques altos. Os sapatos devem ser baixos, discretos e sem barulho ao andar! Os trajes islâmicos não devem ser associados ou adaptados a moda moderna e sim devem representar o comprometimento que a mulher tem com sua religião! Islam não segue moda, dita a verdade que vem de Allah! A Verdade é imutável!

Infelizmente vemos atualmente nas mesquitas mulheres confusas, vestidas com roupas justas, saias que marcam o quadril, blusas apertadas, maquiagem, perfume, sapatos extravagantes, muitas vezes de saltos altos e véu na cabeça!

Uma mulher que está com suas roupas apertadas e em cima da cabeça coloca um lindo véu que vai até metade de seu busto causa ainda mais curiosidade no homem que a vê, pois passa uma idéia de sensualidade velada, ainda mais atraente num mundo onde a mulher ocidental apresenta-se praticamente nua!

Fica claro com esse exemplo que não basta a muçulmana colocar um véu sobre suas cabeças e dizer que está usando hijab!
Hijab é aquilo que cobre e não um lenço usado como adorno para enfeitar ainda mais a roupa apertada da mulher! Hijab não é enfeite, nem modismo.

A mulher que usa o hijab de forma correta não transmite nenhum tipo de sensualidade ao homem que a vê, nem a sensualidade evidente, nem a velada!

A sociedade ocidental moderna induz as pessoas a confundem pudor com liberdade! Um indivíduo é realmente livre quando resguarda seu corpo e com isso livra-se da escravidão de sua própria vaidade, sensualidade e sexualidade!

Também não devemos confundir pudor com modernidade! Afinal o Islam estimula ao pudor natural do ser humano e ao mesmo tempo é um modo de vida extremamente moderno, onde as mulheres têm seus direitos garantidos desde sec. VI. A sociedade muçulmana, quando organizada, gerou avanços científicos que serviram de auxilio para tirarem a Europa da idade das trevas! Os conceitos políticos do Islam são modernos.

A muçulmana não se distingue das demais mulheres apenas porque usa o véu, que como já dito acima, pode até ser usado para seduzir se colocado de forma errada. Ela se distingue por usar um traje que a retira do mundo da banalização da sensualidade e a coloca no mundo do pudor e dignidade feminina! A mulher deixa de ser vista como um mero produto de prazer carnal e passa a ser tratada com respeito devido a seu comportamento e ideologias!

Cabe aos pais, maridos e irmãos exigirem a adequada vestimenta de suas mulheres. Cabe a mulher crente vestir-se adequadamente por amor a Allah. Cabe ao homem temente, recatar seus olhar ao sair às ruas. Cabe a todos que proferem o testemunho de fé no Deus Único não cessar seus esforços na busca da obediência às Tuas ordens!

A muçulmana deve entender que ela não deixa de ser bela ao sair às ruas cobertas, pois o recato de uma mulher é também uma forma de beleza e deixar que seus atrativos físicos serem descobertos apenas por seu marido é mais belo ainda!

E diz Deus, o Altíssimo, em Teu Livro Sagrado: “ Ó Profeta, dize a tuas esposas, tuas filhas e às mulheres dos crentes que quando saírem se cubram com as suas mantas; isso é mais conveniente, para que se distingam das demais (sejam reconhecidas como crentes) e não sejam molestadas; sabei que Deus é Indulgente, Misericordiosíssimo." (Al Ahzab: 59).

Islamismo on-line

A Correta Vestimenta da Mulher Muçulmana