O Sustento que vem de Deus

Louvado seja Deus, Senhor do Universo, que a paz e as bênçãos de Deus estejam sobre seu Nobre Profeta, sua família, seus companheiros e sobre todos os muçulmanos até o dia do Juízo Final.

Queridos irmãos, atualmente, muitas pessoas vivem em constante preocupação por causa de seu sustento, especialmente nesses dias que se aproximam do final do ano.

Por isso, eu gostaria de lembrá-los a respeito desse tema tão importante que deixam muitas pessoas desesperadas nessa época.

Destacarei sete pontos esclarecedores sobre esse assunto.

1º –Temos que saber e acreditar que Deus é o sustentador, não há outro além Dele; e Ele nos disso no Alcorão Sagrado: “Por certo, Deus é o Sustentador, o Possuidor da força, o Fortíssimo”. (51:58)

Também nos disse: “Por certo, teu Senhor prodigaliza o sustento, para quem quer e restringe-o (...)”. (17:30)

Deus, porém, colocou na terra todas as coisas que o ser humano necessita para o seu sustento. Ele nos falou no Alcorão Sagrado: “E, com efeito, empossamo-vos na terra, e, nela, fizemos, para vós, meios de subsistência. Mas quão pouco agradeceis!” (7:10)

2º – O segundo esclarecimento é que Deus garantiu e dividiu o sustento para o ser humano antes de seu nascimento. O Profeta Muhammad falou que após 120 dias de gestação, a criança recebe a visita de um anjo que traz a sua alma e determina quatro situações para o destino dele: a idade, o sustento e se ele vai ser feliz ou infeliz. O Profeta falou também que o Anjo Gabriel informou que nenhuma pessoa morre antes de cumprir a idade e o sustento que Deus determinou para ele. Deus falou também no Alcorão Sagrado: “E, no céu, há vosso sustento e o que vos é prometido.” (51:22)

3º – Há diversas formas de sustento, este não é somente material, mas também há o sustento espiritual como a saúde, o conhecimento, a sabedoria, a obediência a Deus, entre outros.

4º – O muçulmano deve ter o coração tranqüilo e não deveria sentir medo de não conseguir seu sustento, pois mesmo que ele trabalhe, ele precisa lembrar-se que seu sustento já está garantido por Deus no Alcorão Sagrado; o muçulmano deve acreditar que vai conseguir seu sustento mesmo em momentos de dificuldade.

5º – Ainda que o sustento seja garantido por Deus, Ele nos mandou que procurássemos meios para isso; não podemos ficar sentados esperando somente o sustento divino. Deus falou no Alcorão Sagrado: “Ele é quem vos fez a terra dócil; então, andai por seus flancos e comei de Seu sustento (...).” (67:15)

E, também: “Porém, uma vez observada a oração, dispersai-vos pela terra e procurai as graças de Deus, e mencionai muito Deus, para que prospereis.” (62:10)

Não podemos pensar que nosso trabalho e nosso esforço são os responsáveis por nosso sustento, este é dado apenas por Deus; nosso trabalho é apenas um meio para consegui-lo.

6º – Os pecados impedem o sustento; o Profeta nos disse que o servo de Deus perde o sustento por causa dos pecados que cometeu. Por isso, temos que tomar muito cuidado com as atitudes ilícitas que sempre devem ser acompanhas pelo arrependimento.

7º – Assim como os pecados causam a perda do sustento, o temor a Deus aumenta o sustento. Deus falou no Alcorão Sagrado: “(...) Mas, a quem temer a Deus, Ele lhe apontará uma saída. E o sustentará, de onde menos esperar. Quanto àquele que se encomendar a Deus, saiba que Ele será Suficiente, porque Deus cumpre o que promete (...).” (65:2-3)

Há uma outra condição: pedir perdão a Deus e pedir muitas vezes a frase “astaghfiru-Allah”. Deus nos disse no Alcorão Sagrado: “E disse: ‘implorai perdão a vosso Senhor – por certo, Ele é Perdoador; Ele enviará do céu, sobre vós, chuva, em abundância, e vos estenderá riquezas e filhos, e vos fará jardins, e vos fará rios’”. (71:10-11-12)

Queridos irmãos, Deus pediu a adoração e garantiu o sustento, entretanto, a maioria das pessoas fica preocupada com as coisas que Ele prometeu e deixam de fazer as coisas que Ele nos ordenou e isso, queridos irmãos, é um sinal de que o coração não está iluminado.

Pedimos a Deus que ilumine nossos corações para que possamos fazer aquilo que Deus nos ordenou e ficarmos tranqüilos com as coisas que Ele nos garantiu.

Sheikh Mohamad Al Bukai