A Importância da Mesquita para o Muçulmano

Louvado seja Deus, Senhor do Universo, aquele que Deus guia ninguém pode desviar e aquele que Deus desviar, ninguém pode guiar. Testemunho que Deus é único e que Muhammad é seu mensageiro e servo.

Queridos irmãos, neste dia – Rajab, 27 (antes da Hégira), aconteceu o milagre da Viagem Noturna do Profeta Muhammad. Esse milagre está repleto de lições e orientações morais e que hoje nós falaremos sobre uma destas lições.

Como todos nós sabemos essa viagem partir da Mesquita de Meca até a Mesquita de Jerusalém e desta última até o sétimo céu. Deus nos falou no Alcorão Sagrado: “Glorificado seja Quem fez Seu servo Muhammad viajar à noite – da Mesquita Sagrada para a Mesquita Al-Aqsa, cujos arredores abençoamos – para mostrar-lhe, em seguida, alguns de Nossos Sinais, Por certo, Ele é O Oniouvinte, o Onividente.” (17:1)

Sem dúvida, a escolha de Deus para que a viagem fosse entre duas mesquitas e depois para o céu é um sinal para que saibamos a importância da mesquita em nossas vidas.

Queridos irmãos, o Profeta nos falou que os lugares mais amados por Deus são as mesquitas e os lugares mais desprezados são os comércios. Em outro dito Divino, Deus confirmou que Suas casas na Terra são as mesquitas e os Seus servos fiéis são os freqüentadores que estão constantemente presentes nela; não apenas os visitantes esporádicos.

Nas mesquitas nós nos purificamos, adoramos e obedecemos a Deus, adquirimos conhecimento, sentimos tranqüilidade e sossego; por esses motivos construir uma mesquita foi a primeira ação do Profeta ao chegar a Medina.

Antes de entrar na mesquita, os muçulmanos devem deixar do lado de fora o rancor, o ódio e os problemas sentimentais para que seu coração esteja purificado no momento da reza e para que nada lhe tire a sua concentração.

É dentro de uma mesquita que todos os sinais de desigualdade desaparecem, por exemplo, a pobreza, riqueza, as classes sociais, os cargos hierárquicos e os líderes; na hora da oração, as condições dos muçulmanos se igualam no momento em que eles se posicionam ao lado do outro para rezar.

Queridos irmãos, a mesquita não é como qualquer outro lugar pois há algumas regras religiosas que não podem deixar de ser cumpridas antes mesmo de adentrá-la.

1) O muçulmano deve se preparar adequadamente para ir à mesquita, principalmente no sermão da sexta-feira: tomar banho, fazer ablução, usar roupas limpas. Deus falou no Alcorão Sagrado: “Ó filhos de Adão! Tomai vossos ornamentos em cada mesquita. E comei e bebei e não vos entreguei aos excessos. Por certo, Ele não ama os entregues a excessos.” (7:31)

2) Deixar de pensar em todas as coisas da vida mundana e as preocupações com as causas materiais, por exemplo: desligando os telefones celulares.

3) Entrar com o pé direito e falar “Deus abra-me as portas de sua misericórdia”; ao sair, pisar com pé esquerdo dizendo “Ó meu Deus, conceda-me sua graça”.

4) Tirar os sapatos e verificar se há alguma sujeira no solado antes de colocá-lo na sapateira no interior da mesquita; verificar também a limpeza das meias antes de andar no tapete.

5) Evitar comer alimentos como cebola ou alho, ou outros alimentos que possam exalar odor para não incomodar seu irmão ao lado; após as refeições usar o siwak ou uma escova de dente.

6) Não falar ou rir alto – mesmo durante sua recitação do Alcorão – para não incomodar as demais pessoas; é proibido efetuar transações comerciais no interior da mesquita.

7) Colaborar com a limpeza e conservação da mesquita e ajudar na preservação de seu patrimônio – livros, móveis, banheiros e pias de ablução, instalações elétricas e equipamentos, economia de água e luz etc.

Queridos irmãos, esse foi lembrete da importância da mesquita na Viagem Noturna feita pelo Profeta Muhammad; esse milagre iluminou o caminho dele e também queremos esse prodígio para as nossas vidas.

Pedimos a Deus que nos a praticarmos todas as lições ensinadas hoje neste sermão; Ele é o Todo-Poderoso e Misericordioso!

 

Sheikh Mohamad Al Bukai 09/07/2010