Fundamentos que todo Muçulmano e Muçulmana deve saber

al-Wajibat al-Mutahatimat

Muhammad ibn Abdulwahab

Tradução Portuguesa: Rodrigo Abu Abdurrahman

Revisão: Lic. Muhammad Isa García

Este livro tem todos os direitos reservados. Uma ou todas as partes do mesmo poderão ser utilizadas para fins educacionais, desde que a informação usada não seja de modo algum citada fora de contexto ou para benefício próprio. Gostaríamos de exprimir os nossos sinceros agradecimentos a todos aqueles que contribuíram para a sua publicação. Que Allah os recompense pelos seus esforços. Caso tenha alguma correção a fazer, comentário ou questão a colocar, por favor, sinta-se livre para nos contatar: pt@islamhouse.com

1428 H

Publicado por The Islamic Propagation Office in Rabwah

Tel. +4454900 - 4916065 Ext. 26 - 27

Email: pt@islamhouse.com

 

Em Nome de Allah, O Clemente, O Misericordioso

 

Saiba que os três fundamentos que todo muçulmano e muçulmana deve saber são: conhecer seu Senhor, sua Religião e Seu Profeta (que a paz de Allah esteja sobre ele).

Se for perguntado quem é teu Senhor, diga: meu Senhor é Allah, que me Criou e a todas as criaturas, é a Ele que adoro e não há Senhor que mereça adoração a não ser Ele.

E se for perguntado qual é a tua religião, diga: minha religião é o Islam, que é a submissão total a Allah adorando somente a Ele, obedecendo às Suas ordens e negando o chirk (associar algo a Ele) e seu povo.

E se for perguntado quem é o teu profeta, diga: é Muhammad, filho de Abdullah ibn Abdu Mutallib ibn Hachem, da tribo Qoraich, dos árabes, os quais são descendentes de Ismael, filho de Ibrahim (que a paz esteja sobre eles).

Os princípios da Religião

Primeiro: adorar somente a Allah e não atribuir parceiros na sua adoração, defendendo e apoiando o tauhid (monoteísmo) e os monoteístas, negando o chirk e seus meios, além de advertir sobre seu perigo e gravidade;

Segundo: não adorar a Allah, a não ser da forma que o Último dos Mensageiros ensinou a qual está contida na Sunnah Autêntica. A crença no Mensageiro tem seus pilares, a saber: tasdiq (crer em tudo que ele nos informou), ijtinab (se afastar de tudo que ele proibiu), ta’ah (obedecer tudo que ele nos ordenou) e mutaba’ah (não adorar a Deus exceto na forma em que ele ensinou).

As condições de La ilaha illa Allah

São sete as condições para os testemunho de Fé:

1) Conhecimento, que nega a ignorância;

2) Certeza, que nega a dúvida;

3) Sinceridade e pureza de intenção, que nega o Shirk;

4) Verdade, que nega a hipocrisia;

5) Submissão, que nega a desobediência;

6) Aceitação, que nega a rejeição ou a negação;

7) Amor à frase (chahadah) e naquilo que ela representa;

No Alcorão e na Sunnah encontramos provas sobre as condições do testemunho de fé, a saber:

1) A prova do conhecimento

No Alcorão:

.Saiba, que não há divindade que mereça adoração a não ser Deus..(Surata 47:19)

"Exceto que testemunhar com conhecimento". (Surata 43:86) (ou seja, testemunhar sabendo o significado da frase que está sendo testemunhada).

Na Sunnah um hadith autêntico narrado pelo Imam Muslim que Uthman ibn Affan disse que o Mensageiro de Deus disse: "Quem morrer sabendo que não há divindade a não ser Deus entrará no paraíso."

2) A prova da certeza (yaqin)

No Alcorão:

.Somente são crentes, aqueles que creêm em Deus e em Seu Mensageiro e não duvidam, e se sacrificam pela causa de Deus com seus bens e suas vidas.. Estes são os verdadeiros.. (Surata 49:15) Ou seja, Deus fez do fato de não duvidar, uma condição para fé n'Ele e em Seu Mensageiro; quem duvida daquilo que Deus e Seu Mensageiro disseram não possue a fé completa.

Na Sunnah num hadith autêntico Abu Hureira afirma que o Mensageiro de Deus disse: "Ninguém encontra Deus, com o testemunho que não há divindade a não ser Ele e que sou Seu Mensageiro, sem duvidar desta declaração, sem que (mereça) entrar á no paraíso."

Em outro hadith, o Mensageiro de Deus disse a Abu Hureira: "Vá, e quem você encontrar atrás daquela parede testemunhando que não há divindade (que mereça ser adorado) a não ser Deus, com convicção no coração, anuncie boas-novas com o paraíso." Isto num longo hadith narrado por Muslim.

3) As provas da sinceridade e pureza de intenção (ikhlas)

No Alcorão:

.E adorai a Deus com sincera devoção..... (Surata 39:3)

"E a eles não foi ordenado a não ser que adorassem Deus com sincera devoção" (Surata 93:5).

Na Sunnah:

Disse o Mensageiro de Deus: "A pessoa mais feliz em receber a minha intercessão no Dia do Juízo será quem prestar testemunho com sinceridade em seu coração.(Narrado por Muslim). Deus proibiu o inferno para aquele que disser Não há divindade (que mereça ser adorado) a não ser Deus, procurando com isto, contemplar a face de Deus..

4) As provas da verdade (sidq)

No Alcorão:

"Ó humanos acreditam que serão deixados só porque dizem: cremos! sem serem postos à prova? Pois Nós Testamos aqueles que vieram antes de vós, a fim de que Deus saiba quem que é o verdadeiro e o falso." (Surata 29:2-3)

"Entre os homens há aqueles que dizem: cremos em Deus e no Dia do Juízo, porém não são crentes, pensam que enganam Deus e aqueles que crêem, porém não enganam a não ser a si mesmos sem perceberem. Há doença em seus corações, e Deus aumenta a doença em seus corações, e terão um castigo doloroso pelo que desmentiam." (Surata 2: 5-6)

Na Sunnah:

.Não há uma pessoa que testemunhe que não há divindade (que mereça ser adorado) a não ser Deus, e que Muhammad é Seu Servo e Mensageiro, com sinceridade em seu coração, sem que o fogo do inferno fique vedado a ele..

5) As provas da Submissão

No Alcorão:

.E voltem todos para vosso Senhor, e submetam-se a Ele..(Surata 39:54).

"E quem submete sua face a Deus, e é benfeitor, terse-á pego num firme sustentáculo.. (Surata 31:22).

"Então, por Teu Senhor! Não crerão, até que te tome por árbitro das suas discussões, e em seguida não encontrem, em si mesmos, constrangimento no que julgaste, e até que se submetam completamente." (Surata 4:65)..

Na Sunnah:

.Não será crente até que seus desejos sigam o que eu trouxe (a mensagem, o islam).. Isto é: a submissão total..

6) Provas da aceitação

No Alcorão:

.E assim, antes de ti (Muhammad), jamais enviamos a alguma cidade admoestador algum sem que seus opulentos habitantes dissessem: .por certo, encontramos nossos pais numa crença e, por certo, estamos seguindo seus passos.. Ele ’o profeta’ disse: ainda que eu vos chegue com algo que guia melhor que aquilo em que encontraste vossos pais? Disseram: ’por certo, somos incrédulos com que sois enviados’." (Surata 43:23-24).

.E eles, quando lhes era dito: digam que não há divindade a não ser Deus, se engrandeciam em soberba e diziam: por acaso, deixaremos nossos deuses por causa de um poeta e louco?. (Surata 37:35-36)

Na Sunnah:

"O exemplo de que Deus me enviou com a guia e o conhecimento é como a chuva abundante que cai sobre uma terra; se ela for boa, absorverá a água e nascerá depois vegetação abundante, as pessoas depois poderão beber, plantar e colher, mas se a terra for seca, esta sugará toda a água mas não nascerá vegetação, este é o exemplo de quem compreende a religião e torna-se benéfico naquilo que foi enviado, aprende e ensina, quanto àquele que não compreende a religião, não aceitará a guia pela qual fui enviado com ela."

7) A prova do amor (mahabba)

No Alcorão:

.Entre os humanos há aqueles que adotam, em vez de Deus, rivais (a Ele) aos quais professam igual amor que a Ele; mas os fiéis só amam fervorosamente a Deus. Ah, se os iníquos pudessem ver (a situação em que estarão) quando virem o castigo (que os espera!),concluirão que o poder pertence a Deus e Ele é Severíssimo no castigo." (Surata 2:165).

Na Sunnah:

.Três qualidades e quem as tiver, encontrará o sabor da fé, a primeira é de quem ama Deus e Seu Mensageiro acima de tudo; a segunda é a de quem ama as pessoas por amor a Deus; a terceira é a de quem abomina e detesta retornar ao kufr depois de Deus tê-lo livrado dele, como não desejaria ser jogado no fogo.. Relatado por Bukhari e Muslim.

O tauhid e suas categorias

Primeiro: Tauhid Rububiiah (Unicidade da Soberania de Deus)

Significa a crença na Unicidade de Allah, no que se refere a Suas Obras, tal como ser o Único Criador, Sustentador, Provedor. A prova disto está na Surata 11:31 e os versículos são muitos.

Esta forma de tauhid já era conhecida pelos idólatras Qoraichitas na época do Profeta, que mesmo assim não se tornaram muçulmanos, sendo, inclusive, combatidos pelo Profeta.

Segundo: Tauhid Uluhiia (Unicidade de Deus na adoração) Esta é a forma de Tauhid para a qual o Profeta foi enviado e significa que todos os atos de adoração devem ser somente a Allah, porque somente Ele merece ser adorado, ou seja, é a unicidade na adoração, como du’a (adoração), khauf (temor), tawakul (confiança) e outras formas de adoração que devem ser somente a Allah.

Terceiro: Tauhid Asma' ua Sifat

É o monoteísmo e a crença na unicidade de Allah em Seus Atributos, e Allah diz: Diga: Allah é Único, O Absoluto, não gerou e não foi gerado, e ninguém é comparado a Ele.. E disse o Altíssimo: E pertence a Allah os sublimes Nomes.... (Surata 7:180) e E não ha nada que seja comparado a Ele...

O Chirk e suas categorias

O Chirk se divide em três categorias: chirk maior, chirk menor e chirk oculto.

O Chirk Maior anula todas as ações e Allah não perdoa quem comete este tipo de Chirk, disse o Altíssimo: E Allah não perdoa quem lhe atribuir parceiros. E disse ainda: "Blasfemos aqueles que dizem: Deus é o Messias, filho de Maria, ainda quando o mesmo Messias disse: Ó israelitas adorai a Deus, Que é meu Senhor e vosso. A quem atribuir parceiro a Deus, ser-lhe-á vedada a entrada no Paraíso e sua morada será o fogo infernal! Os iníquos jamais terão socorredores. Por que não se voltam para Deus e imploram o Seu perdão, uma vez que Ele é Indulgente." (Surata 5:72).

"Já te foi revelado, assim como aos teus antepassados: Se associar algo a Deus, certamente tornar-se-á sem efeito a tua obra, e te contarás entre os desventurados.(Surata 39:65)

"Tal é a orientação de Deus, pela qual orienta quem Lhe apraz, dentre os Seus servos. Porém, se tivessem atribuído parceiros a Ele, tornar-se-ia sem efeito tudo o que tivessem feito.(Surata 6:88).

"Nos disporemos a aquilatar as suas ações, e as reduziremos a moléculas de pó dispersas. (Surata 25:23)

O Chirk Maior e suas quatro formas:

Primeiro, o Chirk do Du’a, e Allah disse:

"Quando embarcam nos navios, invocam Deus sinceramente; porém, quando, a salvo, chegam à terra, eis que (Lhe) atribuem parceiros." (Surata 29:65)

Segundo, o Chirk niaat ul qasd (chirk da intenção):

"Quanto àqueles que preferem a vida terrena e seus encantos, far-lhes-emos desfrutar de suas obras, durante ela, e sem diminuição..(Surata 11:15)

Terceiro, o Chirk Taah (chirk da obediencia):

"Tomaram por senhores seus rabinos e seus monges em vez de Deus, assim como fizeram com o Messias, filho de Maria, quando não lhes foi ordenado adorar senão a um só Deus. Não há mais divindade além d.Ele! Glorificado seja pelos parceiros que Lhe atribuem!" (Surata 9:31).

Isto é obedecer os sábios e os governantes no pecado, como disse o Profeta a Adii al Hatem, quando foi perguntado por que eles adoravam os seus sábios, respondeu, não o adoramos. Então disse o Profeta: a adoração deles é obedecê-los.

Quarto, Chirk mahabba (chirk do amor), a prova disto:

"Entre os humanos há aqueles que adotam, em vez de Deus, rivais (a Ele) aos quais professam igual amor que a Ele; mas os fiéis só amam fervorosamente a Deus. Ah, se os iníquos pudessem ver (a situação em que estarão) quando virem o castigo (que os espera!), concluirão que o poder pertence a Deus e Ele é Severíssimo no castigo..(Surata 2:165)

O Chirk menor: é o chirk da ostentação (riaa):

"Dize: Sou tão-somente um mortal como vós, a quem tem sido revelado que o vosso Deus é um Deus único. Por conseguinte, quem espera o comparecimento ante seu Senhor que pratique o bem e não associe ninguém ao culto d.Ele. (Surata 18:110).

O Chirk oculto é ar-riia (que significa os atos de adora ção praticados apenas para ganhar o louvor ou a fama, em lugar de buscar a satisfação de Allah. Este tipo de politeísmo, no entanto, não afasta o infrator dos campos do Islam) Este é mais imperceptível do que uma formiga preta, numa rocha preta, numa noite escura, o Profeta pediu proteção de Allah dizendo:

Oh Allah, peço proteção em Ti de associar algo que saiba ou que não saiba, e peço-Te perdão do que não sei..

O kufr e suas formas

O kufr são de dois tipos: o kufr maior que tira a pessoa do Islam e o menor que não tira a pessoa do Islam.

O maior são cinco:

a) O kufr da negação:

E disse o Altíssimo "E quem é mais tirano, quem forja mentiras a cerca de Allah ou desmente a verdade quando a chega, por acaso não é o inferno morada para os incrédulos.. (Surata 29:68)..

b) Kufr al iba’ (kufr da arrogância, mesmo reconhecendo como verdade):

E disse o Altíssimo: .E quando Dissemos aos anjos prostrai (em reconhecimento a Adão) prostraram-se todos, exceto Iblis que foi arrogante, soberbo e entre os incrédulos..(Surata 2:34).

c) O kufr chakk (da dúvida):

Este é um kufr oculto, a prova:

"Ambos os parreirais frutificaram, sem em nada falharem, e no meio deles fizemos brotar um rio. E abundante era a sua produção. Ele disse ao seu vizinho: Sou mais rico do que tu e tenho mais poderio. Entrou em seu parreiral num estado (mental) injusto para com a sua alma. Disse: Não creio que (este parreiral) jamais pereça, Como tampouco creio que a Hora chegue! Porém, se retornar ao meu Senhor, serei recompensado com outra dádiva melhor do que esta. Seu vizinho lhe disse, argumentando: Porventura negas Quem te criou, primeiro do pó, e depois de esperma e logo te moldou como homem? Quanto a mim, Deus é meu Senhor e jamais associarei ninguém ao meu Senhor." (Surata 18:35-38).

d) Kufr i’rad (do afastamento):

E disse o Altíssimo: .Mas os incrédulos desdenham as admoestações que lhes são feitas.. (Surata 46:3).

e) Kufr Nifaq (hipocrisia):

E isto, porque creram e depois negaram, e assimfoi selado seus corações por isto não compreendem. (Surata 65:3).

O segundo tipo de Kufr é o Kufr menor que não tira a pessoa do Islam: é o Kufr ni’mat (da graça):

"Deus exemplifica com o relato de uma cidade que vivia segura e tranqüila, à qual chegavam, de todas as partes, provisões em prodigalidade; porém, (seus habitantes) desagradeceram as mercês de Deus; então Ele lhes fez sofrer fome e terror extremos, pelo que haviam cometido. (Surata 16:112).

O nifaq (hipocrisia) e suas formas

O Nifaq (hipocrisia) são de dois tipos: i’tiqad (da crença) e ’amali (das ações), e o hipócrita terá o lugar mais baixo no inferno.

A hipocrisia da crença divide-se em seis tipos:

a) desmentir o Mensageiro

b) desmentir, negando algo pelo qual ele foi enviado;

c) aversão ao Mensageiro;

d) aversão ao objetivo pelo qual ele foi enviado;

e) felicidade com o descrédito ao Islam;

f) não aceitação da difusão ou a vitória do Islam;

A hipocrisia das ações são cinco:

a) quando a pessoa fala, mente;

b) quando promete, quebra sua promessa;

c) quando lhe é confiado algo, trai;

d) quando disputa, age de modo imoral;

e) quando faz um pacto, age traiçoeiramente;

Taghut

Tudo o que for adorado, ou seguido, ou obedecido, em vez de Allah, é Taghut e eles são cinco:

a) Satanás, que Allah o amaldiçoe;

b) Quem quer que seja adorado com o seu consentimento;

c) Aquele que induz a adoração de outras divindades

que não seja Allah;

d) Aquele que alega ter o conhecimento de Ghaib

(incognoscível, oculto, invisível, ausente, etc.)

e) O governante que governa com leis que não sejam as reveladas por Allah;

Os anulantes do Islam

1) Chirk (associar algo a Deus em sua adoração).

Deus diz: "Deus jamais perdoará a quem Lhe atribuir parceiros; porém, fora disso, perdoa a quem Lhe apraz. Quem atribuir parceiros a Deus cometerá um pecado ignominioso..(Surata 4:48):

"A quem atribuir parceiro a Deus, ser-lhe-á vedada a entrada no Paraíso e sua morada será o fogo infernal! Os iníquos jamais terão socorredores." (Surata 5:72).

2) Estabelecer intermediários entre uma pessoa e Deus, suplicando a eles, confiando neles e pedindo a intercessão deles.

"Aqueles que invocam, anseiam por um meio que os aproxime do seu Senhor e esperam a Sua misericórdia e teme o Seu castigo, porque o castigo do teu Senhor é temível!" (Surata 17:57).

3) Não acreditar que os politeístas são descrentes, ou duvidar da descrença deles, ou pensar que a crença e o que eles praticam é válido;

4) Crer que o caminho, as sentenças e as leis do Profeta Muhammad sejam menos completos que outros.

Crer que as leis e sistemas que as pessoas criam são melhores do que o Islam, ou que o Código Islâmico não é praticável no nosso século, ou mesmo que ele é o motivo pelo atraso dos muçulmanos nos dias atuais, ou ainda que a religião deva ater-se somente ao relacionamento da pessoa com Deus, sem interferir na vida dela em outras situações. Crer que a legislação Islâmica, através de diversas punições severas impostas aos criminosos, não cabe nos nossos tempos. Crer na permissão de praticar outra legislação, que não a Islâmica, no comércio, nas sentenças etc., mesmo que não creia que esta seja melhor que a da religião Islâmica.

Todo aquele que permitir o que Deus proibiu (tornando lícito o ilícito como adultério, drogas, usura) e legislar com outras leis que não sejam divinas é um apóstata e incrédulo por unanimidade.

5) Odiar algo com o qual o Profeta Muhammad foi enviado, mesmo que seja por meio de atitude. Deus disse: "Isso, por terem odiado o que Deus revelou; então Ele tornou suas obras sem efeito."

6) Zombar ou satirizar algo da religião do Profeta Muhammad, ou das recompensas ou punições, pelo que Deus disse:

"Dize-lhes: Escarneceis, acaso, de Deus, de Seus versículos e de Seu Mensageiro? Não vos escuseis porque renegaste depois de terdes acreditado!".

7) Feitiçaria de todos os tipos, inclusive simpatias, pois Deus disse:

A ninguém instruíram sem que dissessem: Isto é tão-somente uma prova; não renuncieis à vossa fé!..

8) Apoiar idólatras contra os muçulmanos. Deus disse:

E quem dentre vós tomá-los por confidentes, certamente será um deles; de fato, Deus não encaminha os iníquos..

9) Crer que algumas pessoas têm o direito de excederem o limite da legislação estabelecida por Deus e revelada ao Profeta Muhammad, como Ele disse:

"E quem quer que almeje outra religião que não seja o Islam jamais será aceito e, no outro mundo, contar-se-á entre os desventurados."

10) Deixar a religião de Deus de lado, não a aprendendo e nem a praticando. Deus disse:

E quem está mais perdido que aquele que é exortado com os versículos de seu Senhor e logo lhes dá as contas?. De fato Nos vingaremos dos pecadores..

Não há diferença entre os tipos de apostasia. Praticá-los de forma séria, por brincadeira ou mesmo por medo (com exceção aos casos de participação forçada, involuntária), é muito perigoso e cabe ao muçulmano tomar o cuidado para não incorrer em um deles.

 

Louvado seja Deus, Senhor dos Mundos!